quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Porque será...

Em 1997, em pleno estadio de San Siro....AC milan 2 FCP 3.....uma reviravolta do catano..
As vezes fico fudido com a Parcialidade da comunicaxão xoxial..O jornalismo e a cambada sectorial tem como apetit voraz a verdadeira nuticia, o que da nas vistas...a novidade..a polémica..!! acredito que os profissionais, os que trabalham no terreno e que não têm poder de decisão, tenham pouca margem de manobra, para, efectivamente escolherem a noticia, a ser publicada..
Agora, tendo em conta as ultimas noticias desportivas, nomeadamente as ultimas acerca da derrota dos milhafres na capoeira da luz, em comparação com a "estrondosa" vitoria frente aquela equipa da ucrania que nem sei pronunciar...deixou muito a desejar em termos de igualdade de critérios em relação ao volume de informação que veio a lume..das duas 3, como dizia o saudoso agriotes, ou realmente o que é raro é razão de noticia, e sendo assim, dou razão aos senhores noticia, ou os lampiões estão ramificados nos meios jornalisticos, ou então..estão a prestar um bom serviço a nação, ou a 6 milhões dela, privando estes de mais uma azia, como vem sendo costume....

4 comentários:

TócNaTó disse...

Ó Galo, não tens razão para estar com azia... Atão os homes do estádio do morcão não foram ganhar aos do galinheiro? Bota lá mais faladura...
Cpmtos.

galo_na_piscina disse...

meu, o que é certo é que no dia seguinte ao derby, a maior parte dos jornais, tv e net..mal falaram no assunto.
mas quando os galinéceos, que ganharam e muito bem, na ucrania, foi uma noticia estrondosa..

dá que pensar!!

cpmtos

TócNaTó disse...

pois dá, dá... é que galináceos há muitos. Morcões também, bá! Mas os morcões são mais ranhosos!

tócara...tó disse...

num savia o tócntó a fazer comentários. Ele o home é do cluve das agueas morivundas? à foda-se, julguei quera algém, emvora de bilar,cum vocadiho de vom senso. mas ele não é mais um lampiom. nunca mas leio o brog dele. Fiquei antónito. num conheco niguem de tal crube que seija resporsabél!